quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Auto-retrato

A história é o seguinte. Tenho que falar de mim mesmo, cinematograficamente, em um minuto, artisticamente, subjetivamente, demonstrando neste tempo que eu sou uma pessoa superior a todo o resto da humanidade.

E como vocês sabem, não sou capaz disso. Tá ligado né? Como vocês me auto-retratariam?

Ps.: Se alguém falar que auto-retrato deve ser feito pela própria pessoa eu vou pessoalmente te fazer um fio terra.. sem cortar a unha...

Ps2.: Se você for uma mina e comentar isso, saberei que você está querendo.. então eu cortarei a unha e irei com carinho e amor. Daí é só relaxar que vai que é uma beleza.

Ps3.: Amo vocês.

5 comentários:

Gi disse...

quero deixar claro que só estou aqui pela insistência. ñ pretendo te auto-retratar em um minuto! ñ mesmo!
baita preguiça

Juliana disse...

Olha...até gostaria muito de ajudar...mas te conheço a menos de um mês...

Isso faria do seu auto-retrato muito superficial!!!

Mas diria alguma coisa como: Mocinho gente boa pra cacete, mas igualmente confuso.
Que corta o cabelo com a cia da mãe..mas só as pontinhas.
Que amou o gambiarra..por sinal vai ter a festa na the week e é bem bacana, vale a pena.
Que quer trabalhar, mas não sabe exatamente no que e onde..mas sabe que quer ganhar muuuuuuuuuito.
Que adora o sobrinho...mas é sempre a última opção do mesmo..rsrs
Que tem um certo problema em responder msgs.
Que vai ter que assintir filmes esquisitos daqui pra frente..
E por último, é bem mimado!!!!

Vê se consegue tirar alguma coisa...rsrs

Bjs

Lu disse...

Bem, já que é para fazer um "auto-retrato" seu vamos lá.
Apesar de ter convivido um certo tempo com você, não te conheço muito bem, talvez não te conheça nada, o que é bem irônico.Mas, já que é para fazer um "auto-retrato" me baseei especialmente nos seus últimos posts aqui e nas suas msgs do Twitter. Lá vai:
Você é um rapazinho (não pela idade mas pelas atitudes) que está naquela idade crítica das decisões (24 aninhos). Não sabe o que quer da vida embora tenha tudo o que quer muito facilmente. Vai ver por isso a dificuldade em definir o que realmente quer da vida. Se quem tudo quer nada tem,logo, quem tudo tem nada quer? De repente é por aí.
Além disso você anda com um perfil meio taradinho infanto-juvenil, pelo menos é o que anda demostrando.Mas apesar dos pesares, não sei por que, acho que ainda seremos bons amigos. Acho que você ainda vai ser meu melhor amigo gay.Não sei por que cargas d'água eu ando com essa impressão. Bom, cinematograficamente falando pelo menos seria um grande final.
Bjs

Felipe Floresti disse...

Tem um tipo de mina que aí truta, num dá nem para comentar

Lu disse...

Sabia que ia ficar bravinho kkk...